Anúncios

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, mais conhecido como FGTS, é um benefício trabalhista pago a todos os trabalhadores com carteira assinada, podendo ser retirado em casos de demissão sem justa causa, por exemplo.

Esse benefício trabalhista também pode ser sacado em outras situações que não necessariamente a demissão, basta ter um saldo suficiente e não ter efetuado saques nos últimos dois anos.

Uma das principais utilidades do FGTS é para a aquisição da casa própria: o seu saldo pode ser usado para amortizar parte do financiamento e assim deixar as parcelas mais baratas. Quer entender melhor como o financiamento do Casa Verde e Amarela pode ser amortizado com saldo do FGTS? Leia a seguir!

Como o FGTS pode ser usado no Casa Verde e Amarela

O FGTS pode ser usado para o financiamento do Casa Verde e Amarela de diversas maneiras, mas acontece que nem todos sabem disso e acabam não usufruindo dessas vantagens. O seu saldo do FGTS pode ser usado para conseguir descontos no financiamento do Casa Verde e Amarela, dessa forma esse saldo pode servir para liquidar ou diminuir as suas dívidas ativas ou ainda na hora de adquirir o imóvel, para que as parcelas fiquem mais acessíveis ao bolso do consumidor.

Sendo assim, o FGTS pode ser usado no momento da contratação do financiamento, para abater o valor das parcelas; e também pode ser usado caso você já tenha contratado o financiamento e esteja com dívidas. Quem tem dívidas com o programa pode usar o saldo do FGTS para diminuir o valor ou, se for possível, para quitar toda a dívida.

Na hora da contratação, o saldo do FGTS pode ser usado para pagar uma parte do valor das prestações. Segundo as regras do próprio programa, o FGTS pode ser usado para diminuir em até 80% o valor das parcelas em 12 meses consecutivos. Se você preferir, o saldo ainda pode ser usado para dar a entrada no financiamento, ao invés de abater as parcelas. Você pode escolher a melhor opção de acordo com o seu financiamento!

Condições para o uso do FGTS no programa

Existem algumas condições especiais que devem ser atendidas pelo consumidor, para que ele possa usar o saldo do FGTS no financiamento do Casa Verde e Amarela, seja para dar entrada no financiamento, amortizar parcelas ou quitar dívidas.

Para poder usar o FGTS no Casa Verde e Amarela, as seguintes condições devem ser atendidas: ter pelo menos 3 anos de carteira assinada, podendo ser em diferentes empresas; não ter nenhum imóvel residencial na área urbana; não ter usado o saldo do FGTS nos últimos 2 anos; para a compra do imóvel, o mesmo deve estar inscrito no Registro de Incorporação do Imóvel; entre outros.

No próprio site da Caixa Econômica você consegue encontrar essas condições e ficar por dentro se você está apto ou não para solicitar o uso do saldo do FGTS no seu financiamento. Você também pode ligar para a instituição e tirar suas dúvidas com um atendente, antes de dar entrada no processo do financiamento.

Grupos de Renda e Taxas do Casa Verde e Amarela

O novo programa habitacional, o Casa Verde e Amarela, traz algumas novidades em relação às faixas de renda que são aceitas para o financiamento e as taxas cobradas em cada uma delas. Antigamente, o grupo 1 que é composto pelas famílias mais necessitadas, não arcava com taxas de juros, mas no novo programa, isso muda. Mesmo com essa mudança, as taxas de juros do programa nunca estiveram tão baixas.

Veja como era e como ficou os grupos de renda do Casa Verde e Amarela:

Antes

Faixa 1: famílias com renda mensal de até R$1,8 mil;

Faixa 1,5: famílias com renda mensal de até R$2,6 mil;

Faixa 2: famílias com renda mensal de até R$7 mil;

Faixa 3: famílias com renda mensal de até R$9 mil.

Depois

Grupo 1: famílias com renda mensal de até R$2 mil, podendo ser de até R$2,6 mil para quem mora no Norte e Nordeste;

Grupo 2: famílias com renda mensal de até R$4 mil;

Grupo 3: famílias com renda mensal de até R$7 mil.

As novas taxas de juros do programa receberam uma redução de 0,5% e as menores taxas ficarão para as famílias do Norte e Nordeste, em torno de 4,25%, dependendo da renda. Para as famílias do grupo 1 que residem em outras regiões do país, a taxa de juros pode ficar em torno de 4,75%, enquanto que para o grupo 2, em torno de 5%.

Documentos necessários

Para você conseguir fazer o saque do FGTS e usar o saldo no seu financiamento, é necessário apresentar alguns documentos para a Caixa Econômica Federal. Veja quais são esses documentos necessários:

– Documento oficial de identificação (RG);

– Extrato de conta vinculada ao FGTS;

– Carteira de Trabalho;

– Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física;

– Comprovante de Residência;

– Certidão de Casamento, se for casado;

– Certidão de Matrícula e cópia do IPTU do imóvel.

Como solicitar o financiamento e o uso do FGTS

Se você tem interesse em dar entrada no financiamento da casa própria e quer usar o saldo seu FGTS para essa entrada ou para amortizar o valor das 12 primeiras parcelas, deve reunir todos os documentos mencionados acima e ir até uma agência da Caixa Econômica.

Na agência, fale com o atendente e explique o seu interesse no financiamento e que você gostaria de usar o FGTS. Você ficará ciente de todas as condições do financiamento de acordo com o seu perfil de consumidor, podendo já dar entrada se assim preferir. É feita uma análise com seus dados, assim como uma análise do imóvel escolhido. Quando tudo for aprovado, você é chamado para assinar o contrato. Nessa etapa você sempre deve ler o contrato para se certificar de que todas as condições acertadas com o atendente, estão especificadas no contrato. Então você começa a pagar as parcelas do financiamento e depois recebe a chave da sua casa própria.

You May Also Like

Minha Casa Minha Vida: O Sonho da Casa Própria

Minha Casa Minha Vida é uma iniciativa do governo que visa proporcionar moradia digna.

Financiamento no Casa Verde e Amarela lança taxas especiais para ESTE grupo

Anúncios Os financiamentos habitacionais estão repaginados e trazendo melhores condições para as…

Taxas e condições para financiamento do Casa Verde e Amarela mudaram

Anúncios Apesar do antigo Minha Casa Minha Vida ter sido substituído pelo…